A Nada Fácil Maternidade Real

mãe descabelada cuidando de bebê recém-nascido

Menina cresce brincando de boneca e comigo não foi diferente. A gente troca fralda, dá papinha, banho. Lembro de ter até batizado uma boneca minha, mas a maternidade da vida real é bem diferente. E como! É um job de 24 horas, sem direito a intervalos. Não tem essa de desligar o celular ou ir ao banheiro. Pausa para o almoço nem pensar e dormir então, é um luxo!

 

Os primeiros dias, as primeiras semanas, os primeiros meses, esses são os que mais exigem. Amo minha filha incondicionalmente, mas posso falar? Dá trabalho! Até os seis meses não conseguia ficar mais de três horas longe por causa da amamentação exclusiva, que claro, apesar de todo o esforço valeu muito a pena! Depois dos seis começa a frutinha, o almoço, a janta, mamadeira e a troca de fralda continua. Ah, não sei aí, mas ela ADORA fazer xixi naquele intervalo em que eu tiro uma fralda e vou colocar a outra! E aí? Bom, troca a roupa inteira. Vomita, troca de novo. Como pode um serzinho tão pequeno sujar tantas peças? Teve um dia em que ela sujou três, TRÊS toalhas na hora do banho. Lá vou eu pra lavanderia. Lava, estende e passa. Nos intervalos ainda dá um jeito na casa. Arruma a cama, varre, lava a louça e ah, tem a nossa roupa também! Leva o lixo, dá água pras plantas. Só coisas básicas. Sem faxina. Só pra ficar meio organizadinho, sabe? E claro, isso tudo ao longo dos intervalos porque é impossível fazer de uma só vez. Ah, também tem que preparar algo pra comer, ir ao banheiro, escovar os dentes, trocar de roupa. Eventualmente marcar um médico, falar com alguém (nem que seja por mensagem) pra lembrar que o mundo lá fora existe. Lembrando que a cada dia que passa ela fica mais acordadinha e nem sempre esses intervalos acontecem. Anoitece e tem o banho. Esquenta água, enche a banheira. É madrugada e finalmente vamos descansar? Óbvio que não! Eles acordam, querem mamar. Se bem que tenho sorte. Li esses dias que sou uma privilegiada porque ela até tem dormido uma média de cinco horas seguidas a noite. E quando chega a manhã vem aquela leve impressão de que os dias e as noites se confundem. Você olha no espelho e está descabelada, com olheira, pálida e com sono. O tempo não para e começa tudo de novo. E tem gente que ainda acha que passamos o dia todo de "boa", só cuidando de um bebezinho.

 

Resolvi ser mamãe full time nesse primeiro ano, mas imagino como seja pra quem trabalha. Passar a noite em claro e encarar uma jornada de trabalho. É mamães, "tamo" juntas! Uma dica que recebi lá no inicinho e levo pra vida é essa: Amiga, quando acordar a primeira coisa que você deve fazer é ir ao banheiro, escovar os dentes, passar uma maquiagem no rosto e trocar de roupa. Mesmo que o mundo esteja caindo! Se você não fizer isso ao acordar, pode não conseguir mais ao longo do dia. 

 

Hehehe Loucuras do dia a dia de mãe a parte, borá! Tô indo lá porque meu "intervalo" terminou...!!

(*) Campos obrigatórios